Acidente mata moçambicanos

Pelo menos quatro moçambicanos morreram na manha desta segunda-feira num acidente de viação que matou nove pessoas na zona de Karino entre a cidade de Nelspruit e a vila de Malalane,  na Africa do Sul, ao longo da autoestrada N4.

O acidente foi de tipo colisão frontal entre dois carros.

A identidade das vítimas mortais ainda é desconhecida, pois seis das nove vítimas ficaram carbonizadas no local do acidente que ocorreu cerca das 04 horas da manhã desta segunda-feira (05 de Fevereiro de 2018).

Um viajante moçambicano de nome Ricardo que viajava num outro carro que circulava próximo dos veículos envolvidos no acidente confirmou ao jornal Correio da manhã que quatro moçambicanos pereceram.

“Apanhamos o livrete do carro. As vítimas ficaram carbonizadas e não podem ser facilmente reconhecidas”, disse Ricardo.

A auto-estrada ligando a cidade de Maputo e a zona carbonífera de Witbank (eMalalhene), na África do Sul ficou fechada ao tráfego durante cerca de cinco horas na sequência do acidente.

Esta via rodoviária transformou-se num verdadeiro “corredor de morte” para automobistas, sobretudo moçambicanos.

Quase todos os meses tem havido acidentes mortais na N4, maior parte dos quais envolvendo mini-autocarros de transporte de pessoas.

África do Sul tem as melhores estradas do continente africano, mas são muito perigosas devido a atitude considerada menos responsável de alguns dos automobilistas que circulam sob influência de bebidas alcoólicas ou excesso de cansaço.

THANGANI WA TIYANI, CORRESPONDENTE NA ÁFRICA DO SUL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trocar »